11º Simpósio APMG – Tema Principal

Água, Meteorologia e Geofísica no Planeta Terra

A presença de água no estado sólido, líquido e gasoso está directamente relacionada com a existência de vida no planeta Terra. Na fase líquida forma os oceanos, mares, lagos, rios, e depósitos de água subterrânea; na fase sólida encontra-se nos gelos, neves, e glaciares; na fase gasosa origina a humidade na atmosfera e constitui, devido à absorção da radiação, o componente mais activo da energética da atmosfera. As nuvens, muitas vezes com água nas três fases, têm um gigantesco papel no balanço energético da Terra, tendo impacto no albedo da Terra, no efeito de estufa, devido à absorção da radiação visível e absorção/emissão da radiação infravermelha.

A água, com as suas transições de fase e propriedades termodinâmicas é de importância fulcral na dinâmica da atmosfera. Assim, o estudo e a compreensão das propriedades físicas e químicas da substância água são essenciais para se obter uma visão adequada do comportamento da água no ambiente, em condições naturais.
O estudo e gestão do ciclo da água na parte externa do globo terrestre, incluindo oceanos, atmosfera e continentes, têm sido realizados sistematicamente, tendo em vista as necessidades da população e a prevenção de desastres. Infelizmente esta gestão tem sido feita tendo em conta apenas alguns resultados imediatos, não se estudando os impactos que poderão ter a médio e/ou longo prazo, contribuindo para alterações significativas do clima a nível local, regional e, possivelmente, global.

A constatação de que quantidades relativamente apreciáveis de água líquida estarão a descer até regiões relativamente profundas do globo terrestre veio trazer a possibilidade de existência de um ramo mais profundo de ciclo hidrológico. A circulação de água a grandes profundidades poderá vir a alterar os modos como é feito o estudo de determinados fenómenos, em especial o balanço de água existente na Terra.

A utilização de técnicas geofísicas convencionais para localizar e delimitar aquíferos em terra é trabalho de rotina. No entanto, outras técnicas existem como, por exemplo, o estudo de alterações de anomalias gravíticas e anomalias magnéticas que permitem obter informações úteis sobre a quantidade e qualidade do elemento referido em zonas de difícil acesso bem como em regiões sob o fundo submarino.

Neste 11º Simpósio da APMG pretendemos receber trabalhos em todas as áreas relacionadas com o tema Água, Meteorologia e Geofísica no Planeta Terra.

Serão convidados dois palestrantes internacionais para a área temática, um ou dois especialistas para a evocação dos 50 anos do sismo de 28 de Fevereiro de 1969 e contaremos com intervenções de especialistas em diversas áreas relacionadas com o tema.

Outros Temas

Meteorologia

Aspectos Históricos, Observação/Detecção Remota, Nowcasting, Análise e Previsão do Tempo, Clima e Variabilidade Climática, Interacção Atmosfera-Oceano, Radiação e Composição da Atmosfera, Monitorização e Sistemas de Alerta, Divulgação.

Geofísica

Aspectos Históricos, Monitorização e Sistemas de Alerta, Fontes Sísmicas, Sismotectónica, Estrutura do Globo, Engenharia Sísmica e Risco Sísmico, Gravimetria, Geodesia, Vulcanologia Física, Geofísica Aplicada, Geomagnetismo, Fluxo de Calor.

Outras áreas

Hidrologia, Oceanografia, Agrometeorologia e Biometeorologia.